14/02/2011

CURRAL DE MULHERES aka AMAZON SLAVES: OSWALDO DE OLIVEIRA REALMENTE É O CARA !!!


Muitas vezes é preciso q um selo americano ou europeu redescubra nossos filmes esquecidos e obscuros, para que finalmente possamos dar-lhes o justo valor. Depois que tive acesso a edição da Blue Underground para o filme: A PRISÃO, fiquei encantado com o olhar do fotógrafo lendário da Boca do Lixo: Oswaldo de Oliveira. Podem alguns até torcerem seus narizes puristas e acadêmicos, mas uma revisão sem preconceito de suas obras pode revelar um cineasta que sabia como poucos na Boca, criar enquadramentos, iluminar atrizes e cenas de nudez e sexo com grande sensibilidade artística.

Se em A PRISÃO, Oliveira ultrapassou “limites” e conseguiu um BANNED para o filme no Reino Unido, em CURRAL DE MULHERES aka AMAZON SLAVES, ele criou uma espécie de “Jungle Sexploitation”. Também editado pela Blue Underground, e assim como A PRISÃO, dublado em inglês,  o filme, visivilmente de baixíssimo orçamento, ambienta sua ação na selva amazônica, com direito a inserts de imagens de animais silvestres, efeito comum em muitos filmes italianos do gêneros.    Um grupo de escravas brancas é explorado por um bizarro casal. A sequência da dança das mulheres com um incauto tocando tambor é inacreditável. A câmera enquadra a bunda das mulheres que usam colares havaianos e o som é uma espécie de “Macumba Disco”. A nudez do belo elenco feminino é constante em cenas de banho e até de brigas entre as mulheres como a bela sequência na floresta em que duas mulheres lutam, com uma delas empunhnndo um facão. Belas cenas em cachoeiras, explosões, abusos, garimpeiros, danças bizarras com mulheres com o corpo pintado, tudo é uma mistura de imagens muito brasileiras com o “charme” da dublagem em inglês.

Sempre ouvi falar desse filme, mas só conhecia A PRISÃO e o maravilhoso ESCOLA PENAL DE MENINAS VIOLENTADAS. Temos ótimos exemplares de um Cinema Exploitation muito particular feito por aqui. OSWALDO de Oliveira demonstra conhecer muito bem o Cinema de Gênero europeu e norte-americano, e conseguiu imprimir muito bem essas influências nos filmes que dirigiu e fotografou. Menos extremo que A PRISÃO, Curral de Mulheres merece uma conferida...

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...