07/11/2013

THE SLAYER, 1982: O Clássico slasher de J.S Cardone




Recentemente fiz uma revisão de um clássico vídeo nastir pela primeira vez em sua versão Uncut. O filme: THE SLAYER, 1982 de J.S Cardone. A trama isola quatro personagens em uma ilha no estado norte-americano da Georgia, onde passam a ser observados por um ser misterioso, que atormenta os sonhos da protagonista. O filme consegue construir uma atmosfera densa de refinado suspense. As locações, o mar, as noites de tempestade e uma edição absolutamente narrativa contribuem para a construção de toda essa atmosfera, onde sonho e realidade se confundem.



Bela Direção de Fotografia. Em termos de violência gráfica, THE SLAYER consegue satisfazer os fãs, mas não possui extremos para ter sido colocado na lista dos Video Nasties. Um bom filme, muito especial como Cinema, como entretenimento para públicos mais exigentes. Os minutos finais são belos e surpreendentes. Vale a pena rever, mas, a versão UNCUT. A sequência onde a protagonista tem ma macabra surpresa pela manhã em sua cama é genial, assim como as sequências dos assassinatos, muito estilizadas  em sua composição.












3 comentários:

Tony Sarkis disse...

Marcelo esse filme é mesmo sensacional, precede 2 anos o filme A Hora do Pesadelo envolvendo a mesma temática, claro que o filme do Cardone é muito superior ao do Wes Craven. Uma coisa que me deixou intrigado com esse filme, a versão que eu tenho tem duração de 1h26min16s essa versão Uncut tem quanto tempo de duração?? E parabéns pela postagem maravilhosa!!!

anselmo luiz disse...

filmaço lançado pela extinta PHOENIX VIDEO nos anos 80,pena que na copia em VHS falta abertura do filme e tambem este filme como muitos outros de terror jamais serão lançados em DVD no Brasil,nossas distribuidoras são um lixo não ligam para o publico que aprecia este genero.
Parabens por mais este resgate,Marcelo!
Um Abraço de Anselmo Luiz.
P.S - Este filme passou na TV Aberta mais isso ha muitos anos atras.

Marcelo Carrard disse...

Muito Obrigado pelos comentários. Creio que a duração da versão Uncut é essa mesmo. Esse e outros clássicos perdidos infelizmente são raros em DVD e Blu Ray aqui no Brasil. Na Europa, no Japão, nos EUA tem praticamente tudo lançado, mas dizem que é mais fácil de achar em lojas alternativas ou nos sites das distribuidoras, ou na net, claro, que é nossa salvação por aqui. Mais uma vez muito obrigado pelos comentários.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...